segunda-feira, 16 de maio de 2011

À Sombra.


Para onde vou?...
São tantas as direções
São tantas as solidões
E um descaso imenso.
E continuo tentando, revidar
Mais isto, me toma...
De tão imensa bondade
E não restam mais forças, pra nada...
 ⌂
Vivo tentando esconder, fugir...
De tudo o que me persegue
Não sei se é bom, se é ruim
Só sei que me persegue...
Serão tentações, ilusões?
Em meio, a tantas devastações
Olho o céu, e a lua, e penso
Como seria, esta conjunção ao sol?
E assim continuo, seguindo
A esperar o dia...
Talvez, por mais que exista o certo
Ainda nos digam, respostas errôneas.
 

2 comentários:

  1. Talves por medo de me permitir, e depois acabar sofrendo... é mais ou menos isso!! .

    ResponderExcluir